Queijo de Minas

 

 

 

 

 

 

“Queijo de minas” (ou “Queijo minas” como é popularmente chamado), diz respeito a todo e qualquer queijo produzido em Minas Gerais, independente de local ou processo de cura. Por outro lado, em alguns estados do Brasil o nome se tornou sinônimo do queijo frescal, ou queijo branco, como é conhecido em alguns lugares do país. Nesse caso, o queijo minas corresponde ao queijo fresco, com pouco tempo de cura e ainda no processo de dessoração (perda de líquido). O uso do nome queijo minas para certos tipos de queijo se deu pelo fato histórico de que Minas Gerais sempre foi o mais tradicional produtor de laticínios do país.

Ingredientes:

  • 4 l de leite
  • 1 colher (sopa) de iogurte natural
  • 1 colher (sopa) de coalho (Usei 1 xícara de vinagre branco)
  • 1 colher e 1/2 (sopa) de sal

Modo de Preparo:

  • Leve o leite ao fogo até atingir a temperatura de 35º graus (ou até que colocando o dedo consiga contar até 10).
  • Desligue o fogo e faça uma mistura com o iogurte, sal e o coalho.
  • Misture ao leite e tampe a panela por 1 hora.
  • Em seguida veja se a massa está firme.
  • Faça cortes na horizontal, vertical e transversal.
  • Depois deixe descansar por 30 minutinhos.
  • Retire 5 xícaras de chá do soro que se formou, e substitua por 5 xícaras de chá de água fervente.
  • Mexa para misturar bem.
  • Em seguida, tampe a panela por cerca de 3 minutos, escorra a massa e coloque na forma que desejar.
  • Deixe o queijo fora da geladeira por 5 horas.
  • Vire o queijo, leve à geladeira e deixando por mais 5 horas.
  • Desenforme o queijo minas caseiro e sirva.

 

 

 

 

 

 

 

 

Observação

  • Massa crua
  • Consistência mole
  • Muito alta umidade
  • Classificação como semi-gordo
  • Deve ser consumido fresco
  • Grande variação de sabores

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *