São Tiago Se Destaca Na Região Com Pontuação No ICMS Cultural

 


 

 

 

 

 

Repasses são revertidos em preservação do patrimônio municipal

São Tiago recebeu uma boa pontuação no ranking do ICMS Cultural. Conquistou 13,05 pontos, somente 1,15 a menos que a histórica Tiradentes, uma das referências culturais na região, que obteve 14,20. O ICMS Patrimônio Cultural é um programa que visa incentivar a preservação do legado cultural de Minas Gerais através de repasses de recursos para os municípios que preservam seu patrimônio.

As pontuações são provenientes da análise de documentações enviadas ao Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) por meio dos setores responsáveis pelos patrimônios municipais com resultados obtidos das ações até 11 de dezembro de 2018. A tabela com a pontuação final foi divulgada no site do Iepha no dia 19 de julho desse ano e será encaminhada no mês de novembro à Fundação João Pinheiro, instituição responsável por calcular os valores que as prefeituras irão receber do Governo de Minas. Os repasses serão realizados ao decorrer do ano de 2020.

O Diretor de Cultura e Turismo de São Tiago, Gabriel Cardoso, conta que são muitos os critérios observados para que essa pontuação seja gerada. “A análise é realizada de acordo com os quadros de atividades que o Iepha requer que o município realize. Esses quadros são divididos para análise da organização da secretaria que cuida dos patrimônios, inventários que protegem bens do município e educação patrimonial, dentre outros aspectos”, comenta Cardoso.

 

Repasses revertidos em cultura

Os recursos recebidos no ano que vem serão utilizados para a proteção do patrimônio municipal para que a cidade continue pontuando. “Em São Tiago a maior parte do Fundo de Proteção ao Patrimônio Cultural é empregado na Festa do Café-com-Biscoito, mas não somente. Esse ano, com recursos de pontuações passadas, estamos restaurando o púlpito do memorial são-tiaguense, que foi tombado, também custeamos uma parcela das atividades do Centro Cultural e com outra parte pagamos o Forno que também é tombado. Então os recursos são exclusivamente para a proteção do patrimônio do município”, afirma Gabriel.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Tiago – MG 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *